Flor de leão





Como uma flor que desabrocha lentamente,
Sem imaginar o que virá. 

Como uma flor que não conhece os ventos 

Não sabe o que é o relento 
Ainda só sabe sonhar. 

És assim, como uma flor em meu jardim. 

Que luta dia a dia 
Mas que não deixa de encantar. 
E canta dia à fora, sem parar. 

Como uma flor, tão linda e pura 

Que devagar ainda cura 
O que o mau tempo insiste em machucar. 

És assim em meu jardim. 

E assim te vejo crescendo
Desabrochando e vivendo 
Suportando tudo o que os dias vêm trazendo. 

E eu aqui, 

A me apaixonar.

Um comentário

  1. Nossa, amei seus versos, são lindos, parabéns...

    ResponderExcluir

Se gostou comente, mas prometo melhorar no próximo

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger