Medo

O coração de quem ama
é do tamanho do mar.
A ingratidão do outro,
sufoca a imensidão do amar.

Já não caminho pelas ruas da mesma cidade,
Já não avanço meus barcos além das margens.

Num tempo em que já não sei confiar,
recuo de toda forma de amar.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Se gostou comente, mas prometo melhorar no próximo

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger